sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Literatura Medieval Trovadorismo (1189/1198)

INÍCIO: Canção da Ribeirinha - Paio Soares de Taveirós
TÉRMINO: Fernão Lopes é eleito cronista-mor da torre do Tombo

PAINEL DE ÉPOCA:

* Cristianismo
* Cruzadas rumo ao Oriente
* Luta contra os mouros
* Teocentrismo: poder espiritual e cultural da Igreja
* Feudalismo
* Monopólio clerical

PRODUÇÃO LITERÁRIA: PROSA E POESIA

I) A poesia do trovadorismo: Cantigas

A) Cantigas líricas

Amor

* amor do trovador pela mulher amada.
* mulher idealizada.
* contemplação platônica.
* uso de “meu senhor”.
* sofrimento por amor.
* vassalagem amorosa.
* amor cortês.
* estribrilho ou refrão.

Amigo

* O trovador coloca-se no lugar da mulher que sofre pelo amado que partiu.
* mulher concreta-real.
* conversa com a natureza.
* popular - mulher camponesa.
* uso do termo “amigo” = namorado, amante, marido.
* paralelismo e refrão.


B) Cantigas satíricas

Escárnio:

* referências indiretas.
* ironia.
* ambigüidade (vocabulário de duplo sentido).
* não se revela o nome da pessoa satirizada.

Maldizer:

* sátira direta.
* maledicência
* uso de palavras obscenas ou de conteúdo erótico.
* citação nominal da pessoa satirizada.


II) A PROSA DO TROVADORISMO


Hagiografia: relatos bibliográficos de figuras canonizadas, escritos em latim.
Cronicões: relatam, de forma romanceada, os episódios históricos/sociais do século XIV

Livros de linhagem: apresenta a genealogia das famílias nobres
Novelas de Cavalaria:

* poemas que celebram acontecimentos históricos, trazidos principalmente da França e Inglaterra.
* temos três ciclos:
*

a) Ciclo Bretão ou Arturiniano: Rei Artur e Cavaleiros
da Távola Redonda.
b) Carolíngio: Carlos Magno
c) Clássico: Antigüidade Greco Romana.

Boa Leitura
Grande Abraço

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. eu acho que essa cançao nao e muito chamativa mais gostei hehe

    ResponderExcluir